Contactos

Drica Peterson

  • Pessoa de contato: Drica Peterson
  • Telefone: +55 (75) 3482-10-50
  • Endereço postal: Vila Olympia, Feira de Santana, Bahia, 44007-420, Brasil

Nossas representações

Renovações do site

História do Corselet

História do Corselet

01/11/12

HISTÓRIA DO CORSELET
O corselet ou Espartilho vem sobrevivendo através dos tempos. Surgiu primeiramente no século XVI para ajudar a delinear as formas femininas das mulheres ajudando a manter a silhueta. Entretanto, algumas mulheres não viam com bons olhos, pois, achavam que era símbolo da opressão e submissão a qual as mulheres daquela época viviam. Mas na verdade era um artifício usado para enfatizar as formas curvilíneas das mulheres, e assim sobressaltar busto e quadris, deixando-as muito mais atraente e admiradas.
Apesar de sua criação como peça de vestuário só ter surgido no século XVI, a relatos mostram que na Antiguidade e na Idade Média outros métodos mais arcaicos eram utilizados para modelar a forma do corpo feminino como faixas de tecido para dar suporte ao busto e cintura. Deixando-a com uma silhueta esguia. Foi ai que surgiu o Kirtle. Já no século XIII e XIV as amarrações passaram para materiais mais engomados, rígidos como as barbatanas os quais eram incorporados as próprias roupas – Até então o corselet era tido como “vestido” então surgiu a ideia de separar o corpet da saia, O corpet era confeccionado em formato justo e retilíneo e a saia compunha-se de formas mais volumosas, como anáguas engomadas. O corselet também fez parte da roupa masculina, sobretudo nas vestimentas dos reis e membros da corte.
Houve uma evolução nos séculos seguintes surgindo as barbatanas de baleia tornando os modelos bem confortáveis e hoje temos corselets fabricados com tecido de qualidade, barbatana em aço inox. Podemos ver modelos de corselets em coleções de grandes estilistas, várias atrizes e cantoras fazem uso desta peça versátil. Seja pela capacidade de moldar o corpo, seja para auxiliar a coluna e postura, seja somente pela atração estética que provoca, oque a própria história nos mostra é que o corselet estará sempre presente no universo feminino.
Para fechar o corselet faça diante do espelho para acompanhar todo o processo e fazer os ajustes na forma correta e que esteja confortável. Antes de vesti-lo abra a amarração das costas ao máximo sem desfazer o nó inferior.